A importância do atendimento pré-hospitalar

 

O atendimento pré-hospitalar bem executado é parte fundamental de um socorro de sucesso.

 

Também chamado pela sigla APH, o atendimento pré-hospitalar é o socorro rápido e eficiente no local da ocorrência, que pode ser sucedido, ou não, pela remoção do paciente para o hospital. O atendimento APH é um serviço médico assistencial de urgência e emergência disponível 24 horas por dia e feito por uma equipe médica capacitada.

O serviço pré-hospitalar salva vidas e previne o agravamento no quadro de saúde das vítimas de diversas ocorrências, como traumas e mal súbito. Por isso, esse tipo de atendimento exige alto nível técnico e humanização dos procedimentos. Adquiridos no curso de APH, essa junção de habilidades faz com que a vítima seja amparada e se sinta segura e calma, colaborando para o atendimento e resultados mais positivos.

 

Casos de urgência e emergência

 

O atendimento pré-hospitalar trata de tipos variados de ocorrências. Entender a diferença entre urgência e emergência, segundo o Ministério da Saúde, é muito importante para realizar o atendimento adequado.

 

De acordo com a Lei nº 9.656/98m, que regulamenta os planos de saúde, emergência são casos em que existe o risco imediato de morte ou de consequências irreparáveis ao paciente, como um infarto, por exemplo. Já os casos considerados urgências são traumas como quedas, fraturas e outros acidentes em que não existe risco de vida, mas que também precisam de atendimento imediato. Tanto o atendimento pré-hospitalar ao traumatizado, quanto aos casos de emergências devem ser feitos por profissionais capacitados.

 

O atendimento pré-hospitalar pode ser um atendimento conclusivo, a ser finalizado sem a necessidade de remoção para um hospital, ou os primeiros socorros para a preparação e estabilização do paciente.

 

O APH pode envolver protocolos de reanimação cardiorrespiratória, técnicas de suporte básico ou avançado, cadeia de sobrevivência, curativos e o acompanhamento humanizado do paciente. Saiba mais sobre o serviço que é referência e já salvou muitas vidas.

 

Como funciona o APH da Phoenix?

 

Consiste na ida de uma equipe médica capacitada até o local em que a vítima se encontra. Esse deslocamento é feito mediante ligação para a Central de Atendimento. Após uma eficiente triagem, é definido o tipo adequado de ambulância e os profissionais mais capacitados para o caso em questão. Também são realizadas orientações para a pessoa que entrou em contato acompanhar a condição do paciente.

 

Please reload

Notícias recentes

Please reload

Arquivo

Please reload

Tags